quinta-feira, 29 de julho de 2010

Rosso di Montalcino Caprili DOC 2007





Vinho : Rosso di Montaltino Caprili
Tipo : Tinto
Safra : 2007
País : Itália
Região : Montalcino (Siena)
Produtor : Azienda Agrícola Caprili
Casta : 100% Sangiovese Grosso (Brunello)
Graduação : 14%
Preço: R$ 250,00 (Restaurante Sta. gralha)

            Com uma produção limitada de 20.000 garrafas, o Rosso de Montaltino Caprili DOC 2007, é obtido de vinhas situadas a cerca de 300m de altitude, com uma produção de apenas 1,5 kg de uva por planta. Passa 06 meses em tanques de aço inoxidável, o6 meses em barricas de carvalho esloveno e durante a fermentação é submetido a um rígido controle de temperatura, entre 26 a 28 graus.
            Sua cor é vermelho rubi, com lágrimas abundantes e rápidas. Nota-se pouco o halo na taça, talvez por ainda ser jovem. Aromas de baunilha, couro, coco, morango, caqui, foram muito bem evidentes. Achei fantástico no nariz. Na boca, nas primeiras taças, o álcool ainda era evidente, mas desapareceu a partir do terceiro copo. Acidez impecável, redondíssimo, elegante,taninos agradáveis e final de boca longo. A medida que o tempo passava ele ia ficando melhor. Na minha opinião, é melhor do que muitos Brunelos que já bebi por aí. 
           Tomei esse maravilhoso Rosso por ocasião de um almoço no Restaurante Santa Grelha, a convite do meu grande amigo e cirurgião Marcos Vieira, pra quem eu faço anestesia. Detalhe: ele convidou e pagou, afinal de contas cirurgião ganha bem mais que anestesista... Confesso pra vocês que a conta não foi barata, pois antes desse Rosso, tomamos um Brunelo. AH! Sobre o Brunelo eu conto outro dia. 
            Para harmonizar, pedimos a maravilhosa Picanha Wessel Fatiada (foto) que, na minha opinião o melhor prato do restaurante. O vinho se deu muito bem com a picanha e vice versa. Um pernil de carneiro e até mesmo um contra filé argentino, combinariam também com esse maravilhoso Rosso de Montalcino.
           Tudo isso foi servido maravilhosamente pelo garçon e amigo Wilson ( foto) . Um abraço pra toda a rapaziada do Sta. Grelha, em especial para o Zé Maria que sempre nos trata com a maior educação e presteza.
PS. Tomamos o Rosso depois do Brunelo porque, quando pedimos a segunda garrafa de Brunelo  fomos informados que não tinha mais, então resolvemos ficar no mesmo produtor, mudamos só o vinho. Foi a única gafe do restaurante durante o almoço. Tem males que vem para o bem, pois se tivesse outro Brunelo a gente não teria provado esse fabuloso Rosso Caprili.

4 comentários:

Vivendo a vida disse...

Rômulo,

O vinho já é bom e com uma acompanhamento desse não tem como dar errado !!!

Abs e saúde
www.vivendoavida.net

Rômulo Lôbo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rômulo Lôbo disse...

É verdade meu caro Tavares.
Grato pelo comentário
abs, Rômulo Lôbo.

fabiola disse...

a descricao eleganterrima,dispensa qualquer comentario...

Postar um comentário