segunda-feira, 19 de julho de 2010

Amarone della Valpolicella Cesari 2006




Vinho : Amarone Cesari Clássico
Tipo : Tinto
Safra : 2006
País : Itália
Região : Veneto / Vapolicella
Produtor : Gerardo Cesari Spa
Castas: 75% Corvina Veronese, 20% Rondinela e 5% Molinara.
Graduação : 14,5%
Onde Comprar : http://www.estacaodovinho.com.br/
Preço : R$ 199,00

     Esse belo Amarone foi arrancado a fórceps da adega de um restaurante em Helsinque. O fato é que estávamos (16 pessoas) em Helsinque e reservamos mesa em um restaurante pra jantar. Quando chegamos ao recinto fomos levado até a  mesa e o estranho foi que já havia um mini cardápio com três opções de entrada, prato principal e sobremesa. As opções de vinho eram sofríveis! Apenas quatro vinhos, dentre eles um chileno(Cabernet sauvignon), um italiano (fraco, já conhecia) e um sulafricano. Perguntamos pela carta e a bela garçonete Rina (foto) nos falou que eram só aqueles. Fiquei sem enteder, porém escolhi o chileno que era o menos ruim no meu modo de ver. Alguns da mesa protestaram, com o argumento de que tínhamos saído do Brasil, tão longe, pra tomar vinho sulamericano... Em parte concordei com o protesto mas, não me deram alternativa.
     Todos estranharam o fato, no entanto, quando fui ao banheiro e descobri uma adega gigantesca repleta de vinhos maravilhosos no piso abaixo. No meio deles estava este belo Amarone Cesari com o preço muito convidativo para um Amarone. Então, chamei a Rina e pedi a verdadeira carta de vinhos. Daí por diante foi só festa! A noite realmente começou! Tomamos cinco garrafas e saimos com vontade de saboriar mais. O problema é que no outro dia tínhamos que acordar cedo para ir ao Congresso Europeu de Anestesia.
     Até hoje estou sem enteder o porque daquilo. Acho que, como o grupo era grande, eles ofereceram apenas os vinhos que tinham mais no estoque. Só sei que se não fosse essa minha curiosidade herdada do meu pai, nós não tínhamos degustado esse vinho. Saí explorando o tal "RAVINTOLA" (restaurante em filandês) e me deparei com esta super adega.
     Bom, sobre o vinho digo: tem cor vermelho intenso com reflexos brilhantes, aroma vegetal, nos remete também a  ameixa, frutas vermelhas maduras, couro e café torrado. Paladar intenso, muita personalidade, harmônico, encorpado, carnudo, final longo com toques de chocolate meio amargo e ameixa.
      Harmonizamos com carne de Rena com um molho de vinho tinto. Achei que o vinho superou em muito o prato. Ainda bem que após a segunda garrafa o prato já tinha acabado e passamos a tomá-lo meditando, como manda o figurino. Pensei em acender um belo cubano pra harmonizar com o vinho mas, era proibido fumar no "ravintola".
      Detalhe, no outro dia eu estava inteiro para ir ao congresso, sem um pingo de ressaca. É realmente um belíssimo vinho. Nunca errei ao escolher um Amarone.
PS. Amadurecimento 12 meses em barricas de carvalho francês, 06 meses em barris de carvalho e 08 meses em garrafas antes de sair para o mercado.

Um comentário:

Vivendo a vida disse...

Rômulo,

Provei uma garrafa dele 1997, veja: http://www.vivendoavida.net/?p=2469

Abs

Postar um comentário