quinta-feira, 13 de maio de 2010

O Frisante e o Leitão.




Vinho : Castiço
Tipo : Branco Frisante
Safra: 2009
País : Portugal
Região : Bairrada
Produtor : Cava Central da Bairrada SA
Preço : 12,00 Euros ( Restaurante Pic Nic dos Leitões.)

       Em 2002 , com o objetivo de melhorar a qualidade e acopanhar as tendências do mercado cosumidor, a Cave Central da Bairrada efetuou uma profunda alteração no processo de produção. No novo processo deixou-se de adicionar gás carbônico aos vinhos, passando estes a adquirir seu próprio gás, por fermentação natural em cubas fechadas (método Chamat). Passando a produzir vinhos espumantes.
       Durante o ano de 2005 a Cave Central da Bairrada aplicou o mesmo processo produtivo ao Vinho Frisante Gaseificado "Castiço" que passou a denominar-se Vinho Frisante Castiço, pelo fato do gás ser adquirido por fermentação em cuba fechada.
       É um vinho especialmente criado para acompanhar grelhados e o célebre e muito apreciado Leitão Assado à Bairrada, tem um excelente custo benefício. No Nariz frutado, abacaxi, pêssego, melão, na boca efervecente, treme a língua, mineral, frutado, notas de pêssego, muito saboroso.
        Eu e minha mulher, tivemos a oportunidade de degustar esse vinho com um belíssimo leitão à Bairrada ( foto acima) no Restaurante Pic Nic dos Leitões, na cidade de Mealhada. O acompanhamento foi batatas portuguesas e salada verde. Fomos gentilmente levados pelo nosso guia turístico e  taxista Pedro, que tomou a iniciativa de escolher o restaurante, o prato principal e o belo vinho Castiço. Nosso amigo não era nenhum grande enólogo mas sabia que todos da região comem esse leitão acompanhado do  Vinho Frisante Castiço.
        Cofesso que demorei pra acreditar que seria uma harmonização perfeita, mas no mundo da enofilia, quando se tem dúvida, prefira prato e comida da mesma região, assim é mais difícil a surpresa negativa. De fato tudo se encaixou na mais perfeita ordem.
PS - Um abraço ao amigo Pedro, pela fantástica escolha, tanto do prato como do vinho, foi um almoço pra ficar na história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário